Resenha: 11 Noites com Você

Autora: Aline Sant'Ana
Editora: Charme
Ano: 2017
Páginas: 416

*Obra cedida pela editora no formato de livro físico, para resenha, referente a parceria de 2017.

Sinopse
    Zane D'Auvray é incapaz de dizer não às mulheres. O guitarrista da The M's aproveita-se da fama e nunca encontrou motivos para se estabilizar em um relacionamento. Todas as atitudes promíscuas que tomou durante a vida jamais foram questionadas. 
    Exceto agora.
    Em uma mudança de gestão, troca-se de empresário, e o que Zane não esperava era que os bastidores seriam coordenados por uma linda mulher, prometendo consertar as pontas soltas. Kizzie Hastings, a empresária, passará por um teste de onze noites pela Europa com a The M's em turnê. Zane, fazendo pouco caso da situação, não vê grandiosidade nisso.
    No entanto, quando percebe que Kizzie é a única pessoa imune aos seus encantos, acaba por abraçar um desafio pessoal, sem saber que há muito mais em jogo do que somente a sedução. [SKOOB]


  A Editora Charme é muito conhecida por lançar obras com um alto teor romântico e erótico. Com esse livro não poderia ser diferente.

  Apesar de acontecer após o livro "7 dias com você", este não é exatamente uma continuação. Logo, se o quiser ler sem antes ter lido o anterior, não haverá qualquer dúvidas dos fatos.

  Aqui conhecemos um pouco mais do misterioso e sedutor Zane D'Auvray, o guitarrista da banda The M's. O mais "canalha" - se não o único - entre os demais amigos. 


  Zane vive sua vida como se não houvesse amanhã, pelo menos em relação a mulheres. Ele nunca se envolveu romanticamente e acredita ser imune disso, imune do amor e dos sentimentos mais profundos. Os únicos laços do guitarrista são sua família e seu melhores amigos.

  Como que para pôr tudo isso à prova, surge Kizzie, a nova empresária da banda. Uma mulher extremamente profissional e, aparentemente, a única que não sente absolutamente nada por Zane; a não ser, talvez, certo desprezo pelo modo como ele vive a vida, sem medir consequências.

  Determinada a mudar a imagem da banda (para melhor) e concertar os erros que foram deixados pela administração anterior, Kizzie se dedica completamente à eles e as suas imagens. Zane, então, se vê frustrado por seus amigos apoiarem as ideias tão radicais da empresária e ter que "se controlar".

  Pouco a pouco, as "farpas" que os dois trocam vão ficando mais frequentes, assim como as reações mais íntimas entre os dois. Zane, então, se vê completamente atraído pela "marrentinha" que é a empresária e é quando decide que ela vai ser sim, mais uma das mulheres que ele terá.

  O que Zane não esperava é que justamente por não ser como as outras, Kizzie não reagiria igual e, consequentemente, seu coração também não. Os dois caminham então para algo impossível de retornar.

  Se por um lado temos Zane e sua descoberta de si mesmo e de seus sentimentos, carregando a história de erotismo e romance, por outro temos a história secundária, mas muito importante, de Kizzie.

  Obviamente, ao ler a sinopse vemos o clássico clichê dos opostos que se odeiam e que se atraem; do cara que nunca se apaixona e depois acaba apaixonado; e da mulher que nunca se apaixona por cafajestes, mas vê que aquele é diferente. 

  Seria então esse o maior atrativo da história? Sem dúvidas, para algumas pessoas sim. Mas, para mim, o maior atrativo está no mistério que circunda Kizzie. O que ela tanto esconde? O que ela tanto teme?

  A história de Kizzie me tocou profundamente (apesar de algumas coisas eu ter achado absurdas), pois é algo que costuma acontecer com as pessoas. O que atrai tanto nessa parte da história é justamente a possibilidade de ser comum, de ser real.

  Apesar de ter um final já esperado, é possível passar por algumas dúvidas em determinados assuntos ao longo da trama e torcer para um ou para outro, para esperar por um problema se resolver (ou não).

  De forma emocionante, a autora termina uma história, deixando outra a caminho e instigando até mesmo o leitor que não curte tanto assim um romance erótico.


Classificação

Gênero
Romance
Ficção
Drama



Nenhum comentário:

Postar um comentário