Resenha: Raio de Sol

Autora: Kim Holden
Editora: Planeta
Ano: 2016
Páginas: 448

* Obra cedida pela editora na forma de livro físico, para resenha referente a parceria de 2016.

SINOPSE
Segredos.Todo mundo tem um.Alguns são maiores que os outros.Alguns, quando revelados,Podem curar você...E outros podem acabar com você.Faça épico, costuma dizer Kate Sedgwick quando quer estimular alguém a dar o melhor de si. Nascida numa família-problema, com direito a mortes e abandono, a garota de dezenove anos sempre buscou fazer a diferença. Em vez de passar os dias lamentando os infortúnios da vida, como tantos fariam em seu lugar, sempre vê as coisas pelo lado positivo não é por outro motivo que Gus, seu melhor amigo, a chama de Raio de Sol.E é por isso que, quando passa na faculdade e se muda da ensolarada San Diego, na Califórnia, para a fria cidade de Grant, em Minnesota, ela leva consigo apenas boas lembranças e perspectivas. O que ela não espera é que será surpreendida pelo amor único aspecto da vida em relação ao qual nunca quis ser otimista ao conhecer Keller Banks, um rapaz que parece corresponder aos seus sentimentos. Acontece que tanto ele quanto ela têm um segredo. E segredos, às vezes, podem mudar tudo. [SKOOB]


   Se existe mesmo uma pessoa 100% positiva, essa é Kate. Apesar de ter passado por muitas coisas ruins em sua vida, de sempre estar cercada pela perda, Kate tem uma forma única de ver sempre o melhor da vida e trazer isso para seus amigos.


   É com essa perspectiva que ela inicia sua nova fase da vida em Minnesota, fazendo faculdade e se vendo sozinha pela primeira vez... Mas por pouco tempo. Logo, Kate encontra novos amigos, assim como um rapaz que lhe encanta rapidamente.



   Apesar da nova vida, ela nunca deixa para trás as boas pessoas de antes. Seu melhor amigo, Gus, se mostra presente em cada fase e acontecimento, sendo exatamente o melhor amigo de que se precisa. 

   Porém nem tudo é possível ser a maravilha que Kate vê e quando os segredos começam a serem revelados, não há o que fazer a não ser encarar a vida como ela é, mas em um mundo de "sol, arco-íris e... unicórnios".



   Sem dúvidas foi um livro que me desanimou um pouco no início. Tudo acontece de forma lenta, passo a passo. Acredito que a narração em primeira pessoa e disposta como um diário me desanimou um pouco. 

   Não posso negar, porém, que a trama em si é muito interessante e capaz de prender - quem, ao contrário de mim, não se importa em ler em primeira pessoa - e até mesmo encantar. Para ser sincera, o final da trama em si me encantou de forma surpreendente.

   Outra coisa que gostei muito foi o relacionamento entre os melhores amigos, Kate e Gus, que conseguiram vencer a distância e a correria da vida e permaneceu como era. Confesso que em um determinado momento eu estava "shippando" os dois. Isso mudou, claro, ao conhecer Keller.

   Keller foi o romance clichê - como fica claro na sinopse - da Kate e não tem como negar que é impossível não gostar dela, o típico cara fofo que só existe nos livros.

   Um outro ponto negativo, a meu ver, é a necessidade que as autoras atuais parecem ter de descrever as cenas eróticas. Nada contra algumas coisas, porém essa necessidade de fazer todas as cenas presentes tem me deixado um pouco desanimada com os livros. Sei que existem pessoas que gostam (e muito), porém ao me ver é um ponto negativo do livro.

   O segredo dos personagens principais é ainda uma incógnita pra mim entre ser "bom" ou "desanimador". Creio que a chamada do livro me preparou para algo "bombástico", porém algumas coisas eu desconfiei, outras não me pareceram forte o suficiente e outras foram realmente impactantes. Esses impactos foram o que me fizeram gostar do livro, sem dúvidas. 

   Mas confesso, ao final disso tudo, é que estou ansiosa para ler a "continuação". O próximo livro se chama "Gus" e em breve será publicado pela editora. Isso está me deixando ansiosa. Porque mais do que gostar de uma pessoa positiva é gostar do seu melhor amigo, o mais humano, como nós.

Classificação

Gênero
Romance
Ficção
Drama



18 comentários:

  1. Olá Fernanda, tudo bem?

    Não conhecia essa obra e nem a autora. Achei a premissa bem interessante, sobre ver coisas positivas na vida ao invés de ficar se lamentando. Fico contente que tenha gostado do final do livro, pois é complicado quando o desfecho deixa a desejar. Bjuss

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Achei a premissa bem interessante. Leria com toda a certeza.
    Mas me parece que, pelo que você relatou, o enredo não foi muito bem desenvolvido, o que é uma pena.
    Quero ler para tirar minhas conclusões.

    Beijinhos...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Fernanda! Eu já tinha lido algo a respeito do livro, e mesmo com sua resenha tão linda e rica em detalhes, não tenho interesse em lê-lo e te explico o motivo: eu não gosto de histórias que se arrastam, que são lentas e, principalmente, quando ocorre logo de início. Acredito que não ficaria presa, e teria a possibilidade de desistir da leitura antes de chegar no ponto alto.
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi Fernanda, confesso que o enredo em si não me empolgou para uma leitura, pelo menos não por enquanto.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Gostei bastante da sinopse do livro, mas alguns aspectos negativos que você ressaltou me deixaram um pouco com o pé atrás. Eu também não me identifico com livros narrados em primeira pessoa (acho a narração em terceira pessoa bem mais rica e interessante) e concordo com você que atualmente existe uma "necessidade" em descrever toda a parte erótica em todas as histórias e isso muitas vezes de se torna cansativo.
    Beijos
    http://numrelicario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. pena a leitura não ter empolgado tanto, com elementos clichês eu geralmente desisto da leitura... enfim... já tinha ouvido falar do livro mas pela premissa não me empolguei... não gosto do gênero..
    bjs...

    ResponderExcluir
  7. Olá Fernanda!
    Não conhecia essa obra e confesso que lendo a sua resenha a obra não me interessou. Me deu impressão de ter um enredo clichê e sem muitas perspectivas, mas sem problemas porque é isso que gosto nos blogs - opiniões sinceras. ;)

    Ahhh já estou participando do seu site... entra lá e participe do nosso também para continuarmos nossas conversas trocando posts... bjokas

    http://thehouseofstorie.blogspot.com.br/2016/06/serial-killers-made-in-brazil.html#more

    ResponderExcluir
  8. Fernanda, vi muito desse livro ultimamente.
    Não fazia ideia do que a história tratava e até que achei bem bacana.
    É uma pena que você não gostou tanto dele ser narrado em forma de diário, acho que seria uma das coisas que me faria gostar dele.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Não conhecia o livro, mas até que curti o clichê. Apesar que no momento, estou fugindo dos clichês, mas esse livro parece adequado para ler numa tarde de sábado, tranquila, num lugar tranquilo. A capa é bem bonita.

    ResponderExcluir
  10. Me pareceu ser interessante para ler, mesmo com alguns pontos negativos que citou que talvez me desanimaria também, mas ao meu ver, não seria tão decepcionante assim, e se tem continuação melhor ainda se eu gostar do primeiro...rsrs

    Beijos

    Viviana

    ResponderExcluir
  11. Olha, você trouxe uma montanha russa de altos e baixos para o livro que fiquei em dúvida se realmente leria. O fato de ser clichê, me incomoda um pouco, a parte de descrever as cenas eróticas, não entendi sua colocação, mas deve ser algo bem pessoal para você, no entanto, não é algo de autoras atuais, existem livros clássicos e eróticos onde isso é bem comum. Mas, existem alguns aspectos sobre o erotismo na nova literatura que me incomodam também. Talvez se você fizesse uma postagem só para falar sobre isso, fosse bem legal.

    ResponderExcluir
  12. Oi Fernanda, sua linda, tudo bem?
    Estou com esse livro da editora para ser resenhado. Pela sinopse e pelo título eu tinha grandes expectativas. Que pena que o livro demonstrou ser um pouco lento e não lhe agradou tanto. Mas gostei da sua sinceridade, sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, meninas!
    Não conhecia a obra e se fosse apenas pela capa e sinopse, teria deixado passar. A sua resenha me ajudou um pouco a entender melhor o enredo, mas amesmo assim não me despertou muita curiosidade. O fato de o início do livro ser arrastado (tudo bem, não precisa partir pra ação de uma vez, mas....) e de ter um segredo que não se sustenta bem é o que pegou... Quem sabe mais pra frente? bj!

    ResponderExcluir
  14. Oiiii
    Não conhecia a história, mas não é o tipo de enredo que eu gosto de ler.
    Achei a história meia parada. Pode ser impressão minha, mas não fiquei mto curiosa para ler;
    Beijoos

    ResponderExcluir
  15. Olá... tudo bem??
    Não tinha conhecimento do livro, mas gostei da descrição da amizade que você disse... eu já não curti quando você falou sobre as descrições das cenas eróticas... nem todos os livros que tem isso na temática chama a minha atenção e ainda sendo um ponto negativo... fiquei com receio... de qualquer forma, foi uma boa dica. Xero!

    ResponderExcluir
  16. Olá, a sua resenha é a primeira que leio pontos negativos do livro, estou com ele aqui para ler na lista dessa semana e estou bem ansiosa mesmo lendo seus pontos negativos. Livros em primeira pessoa é a minha paião, sempre me conecto mais com o personagem, não curto muito em terceira, e cenas de sexo bem descritivas não me incomoda, não mais como a um ano atrás, desde que o livro tenha história e não somente sexo, que com certeza pela sua resenha e as outras que li, tem. Parabéns pela sua sinceridade, torcendo para curtir todo o livro, tem tudo pra me ganhar, espero não me decepcionar.

    bjs

    ResponderExcluir
  17. Admiro pessoas positivas e essa capa está bem bonita, como eu também amo um romance que tem drama no meio, eu leria. Gosto quando a resenha também aponta pontos negativos, sinto que eu preciso ler para saber se também terei a mesma visão.

    ResponderExcluir
  18. Eu tenho problema com livros onde aa cenas eróticas são excessivamente descritivas. Nessa parte, acho que menos é mais,
    Prefiro uma cena sensual à informação de todo o trajeto da gora de suor que percorreu i corpo do cara.

    Romances clichê também não são meu forte. Acho legais de vez em quando, mas tenho que estar com muita vontade de ler um para realmente pegar.

    ResponderExcluir