Resenha: Você se Lembra de Mim?

Autora: Megan Maxwell
Editora: Essência
Ano: 2016
Páginas: 496

* Obra cedida pela editora na forma de livro físico, para resenha referente a parceria de 2016.

SINOPSE
    Alana é uma mulher independente que não acredita no amor e tem na profissão sua única razão de viver. Jornalista freelancer, é enviada a Nova York para escrever uma reportagem sobre a metrópole, onde conhece o atraente Joel Parker. Quando ela descobre que aquele homem bonito e sedutor que tem lhe feito companhia nos últimos dias é um militar, como seu pai uma lembrança que ainda a assombra , a jornalista desaparece sem deixar vestígios. Apesar de resoluta em sua vontade de se afastar do capitão da Marinha americana para não repetir a história de sofrimento de sua mãe, ela não conseguirá aplacar o desejo de seu coração por Parker. Quem vencerá essa disputa entre razão e emoção? O passado de sua mãe irá assombrá-la ainda mais ou irá ajudá-la a esclarecer muitas questões mal resolvidas? [Skoob]


    Alana é filha de um romance épico que aconteceu na Alemanha no período da guerra do vietnã. Seu pai era um soldado americano que estava servindo no país na época e sua mãe uma espanhola que fora morar lá em busca de um emprego melhor. Os dois se conheceram em meio a resistência por parte de sua mãe e após, um amor forte e avassalador os tomou.

    Com o passado de sua mãe ainda lhes assombrando, mesmo depois de anos, Alana se torna uma mulher forte e decidida. Ela não se nega ao amor logo de cara, porém, após um grande decepção amorosa particular, ela o faz e vive os tempos modernos da "amizade colorida", ou melhor, amizades.


    Após uma oportunidade única em seu emprego na revista espanhola, Alana viaja aos Estados Unidos para cobrir uma matéria em algumas semanas. Neste tempo ela conhece Joel, um homem que de início a deixa fora de si, porém em pouco tempo consegue tirar suas reais intensões e lhe desarmar. Até ela descobrir que ele é um militar. 

    Junto com as barreiras que Alana cria para não se apaixonar por Joel, para não repetir a história de sua mãe, vem os fantasmas dessa história de amor. Seu pai revive em sua memória e junto com ele as perguntas que sempre quis responder junto a sua mãe. Joel poderá ajudá-la se assim ela quiser, mas Alana se mostra uma mulher muito fechada em relação a seu passado.


    A história de Alana foi realmente uma que eu amei ler. É claro que o clichê está presente. Vale lembrar que esses livros são os meus preferidos, mas como eu costumo dizer, um bom clichê é aquele que o autor sabe como aproveitá-lo e não torná-lo chato e posso afirmar que apesar de alguns pontos "fracos", essa foi uma história que muito me cativou.

    Alana não é daquele tipo de personagem que "não ama" porque viu alguém sofrer por amor. Pelo contrário, ela teve suas experiências e foi através dela que mudou. Eu gosto disso, porque apesar do clichê "ela não se apaixona por ninguém, mas tem O que faz ela se apaixonar", mostra uma coisa que pode acontecer com qualquer um e falo isso por experiência.

    Outra coisa que gosto muito nesse livro foi a relação de amizade que se mostra nele. Apesar de esse não ser o foco na sinopse é algo presente em cada momento do livros. Amigas que estão juntas até mesmo na distância, que se fazem presente nos piores e melhores momentos. Sem dúvidas foi algo que me encantou, pois é pouco mostrado nos livros.

    O próprio lado do personagem masculino também foi bem explorado e me agradou. Quando se usa a narração em terceira pessoa têm-se essa oportunidade, mas poucas vezes elas são devidamente exploradas. Neste caso, apesar de serem poucos os momentos, eles acontecerem de forma muito cativante.

    O ponto negativo, ao meu ver, foi o excesso de momentos "calientes". Ultimamente as autoras escrevem momentos eróticos para atrair um público, porém na maioria das vezes exageram ou nas descrições ou nos momentos. Neste caso, foram muitos os momentos e, assim, acabaram se fazendo desnecessários. Por sorte, para mim, ficou fácil simplesmente ignorar, levando em conta toda a história.

     Sem dúvidas, o ponto alto para mim foi a primeira parte da trama, esta que mostra com detalhes a história da mãe e do pai de Alana. Foi o que me fez morrer de amores, que me fez querer reler o livro e, principalmente, o que me fez querer saber o final deste.

    E por que essa parte me tocou tanto? Pois ela faz parte da história da autora. Sim! A primeira parte do livro é, na verdade, a história dos pais da autora, que ela trouxe de volta a vida para nós. Em compensação, a parte de Alana não é ela, obviamente. Como, então, não se apaixonar por uma história de amor tão tocante e ao mesmo tempo tão real?

    Vale cada momento esta leitura, tenho certeza que se romances te agradarem, mesmo que você não "curta" muito os eróticos, vai gostar deste livro também. Uma história para tocar nossos corações, nos fazer sorrir e, por que não, nos fazer chorar em alguns momentos.

Classificação


Gênero
Romance



21 comentários:

  1. Oiii Fernanda, tudo bem?
    Por mais que eu tenha gostado muito da sua resenha, infelizmente pularei a dica dessa vez, porque a obra não desperta muito meu interesse, então pularei a dica.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Esse livro me desperta grande curiosidade. Acho que também vou me apaixonar por essa história e amar ler o desenvolvimento.

    ResponderExcluir
  3. Oiii Fernanda, tudo bem????
    Adorei sua resenha e amei o fato dela ter um pouco de uma história real ;) Estou escrevendo um livro com essa pegada :3
    Mas confesso que pulo todos os livros eróticos que encontro no caminho heheh. Já me decepcionei muito com livros do tipo :P
    Beijooos
    https://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiii, eu conheço o livro, mas ainda não tive a chande de poder ler, espero logo poder, não conheço a escrita da Maxwell mas só vejo elogios. Ótima resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oiee
    Sua resenha ficou ótima, mas o livro não chamou muito minha atenção.
    Acho que esse fato dos momentos calientes pesou. Eu li recentemente um livro que a autora também exagerou nesse aspecto, parecia que o casal só se encontrava pra se pegar, infelizmente quebrou um pouco o encanto da história pra mim.
    Vou deixar passar a dica.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Já ouvi falar da escrita da Megan e parece um ótimo livro.
    Mesmo tendo seus clichês, a história parece boa, e como tu disse se o autor souber aproveitar o clichê vale a pena.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  7. Oi Fernanda, sou fã da autora, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha deste livro. Que bom que pude ler agora, pois estava querendo conhecer um pouco mais dele. Obrigada!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Não é meu estilo de livro, ainda mais com clichê, mas eu concordo muito com você, se o autor(a) souber escrever, o clichê vira algo incrível =D
    Adorei a resenha!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. já tinha ouvido falar do livro e da autora, mas a premissa dele não me empolgou... por isso não faria a leitura...

    esses exageros em cenas hot acabam cansando mesmo, uma pena que existe esse ponto negativo no livro... =T

    ResponderExcluir
  10. Caraca, senti tudo isso que você colocou nas suas considerações, esse é um livro que guardarei comigo só pela primeira parte, me apaixonei ali e chorei muito, sou eternamente #teamCarmemeTeddy

    bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi, Fê
    Eu também li e amei esse livro. COncordo que algumas cenas calientes poderiam ter sido cortadas.Uma ou duas já estava de bom tamanho, não é?
    Eu também amei mais a primeira parte. Como chorei e fiquei com esses dois na minha cabeça. Fiquei pesquisando sobre eles, para ver se via algo que fazia menção ao pai da autora. Sério, fiquei muito triste com a história, achei que ia pegar uma ressaca literária hahah
    Adorei sua resenha. Sempre amo os livros da Megan.

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Estou com o livro aqui na pilha, mas ainda não comecei a leitura, e pelo que vi vou gostar, mesmo com o excesso de cenas hots do livro, rs. Mas como eu gosto da narrativa da autora, vou gostar bastante dessa história.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  13. OOi

    Parece ótimoooo!
    Esse livro entrou para minha lista de desejos desde a primeira resenha que li haha
    Já vi vários elogios sobre a autora e ele. Espero ter a oportunidade de ler ele em breve.
    Ótima resenha!

    Beijoos
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Primeiramente, Megan rainha! Esse eu ainda não li, mas com certeza está na minha lista, de tão fofo que é!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Fernanda. Eu quero muito ler esse livro, adoro a escrita e os personagens que a Megan cria. Sim, ela é bem caliente rsrsrs, mas eu gosto mesmo assim. Prova disso é que não vejo a hora do próximo livro de Peça-me sair rsrsrs. =P
    Bjks

    ResponderExcluir
  16. Oiii!!

    Acredita que nunca li nada da autora?? Eu tenho muita curiosidade em conhecer essa obra, e qualquer escrita da autora. Achei que ela foi vem legal em falar da própria infância.
    A resenha está ótima!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  17. Eu acabei de ler esse livro fim de semana passado,
    fiz resenha dele hoje, hahaha
    e quer saber? eu amei..
    bjs

    ResponderExcluir
  18. Oie
    caramba, tenho visto varias resenha desse livro ultimamente mas infelizmente não tenho vontade de ler algo da autora por enquanto mas bem legal sua resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Adorei a sua resenha mas ainda não sei se leria esse livro justamente porque não gosto de livros hot, mas como você falou que a história é boa, talvez eu até pegue ele para ler qualquer dia desses. =)

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Oioi! Tudo bem?
    Ainda nao li nada da Megan Maxwell, mas tem tantao gente falando do livro "Você se Lembra de Mim?", que eu quero começar por ele para conhecer a escrita da autora.
    EU nao ligo se tiver coisas cliches, ate gosto na verdade, se for bem trabalho.
    Sobre os momentos hots eu nao ligo, acho que faz parte da escrita da autora, ela é famosa por essas descriçoes.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  21. Oie!
    Adorei a sua resenha!!
    Eu tenho uma grande ressalva quando se diz respeito da Megan justamente pelo que você expos em sua resenha, o apelo pelo lado mais sexual. Isso diferente de muitas pessoas faz com que eu me afaste dos livros.
    Mas o resto da sua resenha sendo totalmente positiva e tudo mais, me chamou a atenção e o fato de eu ler muito sobre esse livro por ai está aguçando a minha curiosidade.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir