Resenha: Amor em Jogo


Autor: Anaté Merger
Editora: Ases da Literatura
Ano: 2014 
Páginas: 378

SINOPSE

"Aos vinte anos, Alix perdeu os pais, a fazenda onde morava no interior da Provence e toda a esperança de ter um futuro. Sem saída e rezando por um milagre, ele surge na forma de um emprego que parece ser extraordinário: durante três meses, ela vai trabalhar em uma mansão com vista para a baía de Saint-Tropez por um salário milionário. O proprietário é Clif Forestier, um astro do cinema excepcionalmente belo, extremamente rico e cinicamente sórdido. O oposto de Nathan, um jovem comerciante sensível e cativante, por quem ela começava a sentir algo especial até que o encontro explosivo com o ator desperta em Alix sensações que ela desconhecia.O verão começa e, aos poucos, ela percebe que é apenas uma carta do baralho no qual luxo, mentiras e sexo fazem parte de um contrato que coloca muito mais do que a sua dignidade em jogo: se quiser descobrir e ganhar quem realmente ama, Alix vai precisar enfrentar os seus demônios e apostar alto.As cartas estão na mesa. Uma nova partida da "Confraria de Ases" vai começar!" [SKOOB]

    Estou começando a me surpreender com livros que trazem uma temática mais romântica, não costumava dar muita atenção, pois sempre gostei de fantasia e suspense, mas esse ano os livros "melosos" com enredos envolvendo relações complicadas entre personagens, seus medos, angustias, desejos e conflitos internos conseguiram me pegar de jeito. 


    Nessa adorável narrativa a primeira lição está na simples frase 'Nem tudo é o que aparenta ser', repleta de personagens misteriosos, todos carregam um segredo e se escondem atrás de máscaras, fugindo da sua verdadeira personalidade e de seus desejos. Uma trama envolvendo segredos, mentiras, sexo e dissimulação.

    A história é contada de forma simples envolvendo o leitor  a cada página. Sim, me prendeu por completo, passei duas madrugadas acordadas a fim de descobrir qual seria o destino reservado para a doce e ingênua Alix...

   ...como terminaria esse triângulo amoroso? De uma lado Nathan, um simples comerciante, carinhoso e apaixonado, que não tem medo de revelar seus sentimentos. Do outro Clif, um ator famoso, sedutor, envolvente e manipulador, envolvido em uma trama doentia. Ambos despertam sentimentos opostos na jovem protagonista da obra, amor e raiva, mas ao mesmo tempo ela se sente atraída pelos dois homens completamente diferentes.

"Ela gosta da companhia dele, sempre educado e gentil. Com ele a conversa flui normalmente e ela praticamente esquece o delírio que está vivendo na "Confraria de Ases", mas Alix não consegue entender por que não afasta os pensamentos que envolvem Clif Forestier, cada vez mais insistentes durante o dia e a noite. A presença inibidora do ator e de tudo o que o cerca mexe com ela, mas ela não sabe exatamente como. Os sentimentos se cruzam e se debatem: medo, atração, desejo e tudo isso misturado ao interesse que crescia a cada dia por Nathan."

    Tenho que confessar que a história me cativou desde o início...quando a autora nos apresenta a jovem Alix, que teve que abandonar a faculdade de Agronomia devido as dificuldades ocasionadas pela morte do pai, a doença da mãe e a falência da fazenda. Me diga como uma pessoa com formação acadêmica similar não poderia se sensibilizar e se sentir tão próxima desta personagem?

    Outra coisa que gostei foi a forma como a autora descreve os detalhes dos objetos e ambientes, principalmente e cuidado na descrição das plantas, flores e arbustos, o aroma exalado por elas, isso foi golpe baixo com essa agrônoma que é apaixonada por plantas ornamentais...me conquistou de vez.

    Os amantes da cultura francesa certamente irão adorar essa doce e intrigante história, com vocabulário de origem e a descrição impecável das paisagens locais que transporta o leitor em uma viagem  pela região de Provence no verão francês.

    Quanto ao final...que final! Podia imaginar qualquer coisa, mas nada comparado ao desfecho que foi dada à história. Incrível!


Classificação e Gênero 
  


2 comentários:

  1. Heeey !

    Achei a capa até que bonita, não faz muito meu estilo de leitura mas eu leria sem problema. Acho qur leria de tudo na verdade kkk. Adorei a resenha

    Bjoos Miih

    ResponderExcluir
  2. Nossa, já estava com vontade de ler esse livro, agora depois da sua resenha então *-*

    Ps.: Adorei sua assinatura *-* kk

    ResponderExcluir