Resenha: A Ilha de Kansnubra e o Portal Perdido



Autor: Andrews Ulisses
Editora: Novo Século
Ano: 2013
Páginas: 280

SINOPSE
"Garley é um tímido estudante de dezesseis anos que encontra um misterioso medalhão de ouro e é transportado a uma ilha chamada Kansnubra. Localizado no enigmático Triângulo das Bermudas, este fantástico lugar é palco de mago, bruxas e dragões. Para encontrar o portal perdido e retornar a sua vida normal, Garley deverá criar coragem e cumprir uma missão. Com a ajuda de Aldrich, Johnny, Laura, Jorge e Alix, eles partem em direção ao Monte Tylan, mas monstruosas criaturas e poderosos inimigos cruzam o caminho dos jovens. 
Será que Garley conseguirá enfrentar seus medos e alcançar o objetivo?"


   Fiquei muito feliz quando chegou a vez deste livro na minha "pequena" pilha de leituras...depois de tanto romance, enfim um livro de fantasia, magia e mistério.

   Este livro relata o início das aventuras do jovem Garley, tipico garoto de família simples que por não se encaixar em nenhum dos grupinhos da escola sofre bullying e é constantemente perseguido por valentões, até que ao encontrar um objeto antigo e misterioso é transportado para uma ilha repleta de segredos, magia e dragões.

   Gostei do enredo, o autor apresentou uma história agradável que encantará os apreciadores de aventuras fantásticas, a ideia central do livro é autentica com uma temática para muitos já desgastada, mas gostei da abordagem dada à personagem principal: o jovem Garley.

   Assim como Garley, as demais personagens da obra apresentam características distintas e bem descritas, suas ações e o modo como expõe suas ideias, faz com que o leitor facilmente identifique a personalidade de cada um deles. Gostei do fato dos novos amigos do nosso "herói" estarem dispostos e se arriscarem para ajudar o garoto na perigosa busca pelo portal, o comprometimento em auxilia-lo rumo ao desconhecido, das informações e sugestões dadas a ele a todo o momento, lembrando-o de que ele é a chave para salvar a ilha e mesmo com todo esse peso ele jamais estará sozinho. 


    A narrativa é bem trabalhada, mas apesar do enredo me agradar ficou um pouco cansativo em alguns momentos, algumas repetições fizeram com que eu demorasse mais que o esperado para finalizar a leitura. Sei que muitos acharão uma leitura que apesar de conter informações em excesso, com descrições detalhadas é de rápida fluidez, não sei, mas realmente me enrolei em alguns pontos da história, não pelos detalhes (o que eu realmente gosto nas histórias), mas pelas repetições presentes no decorrer dela.

   O que me deixou mais encantada foi a caracterização do local, o autor apesar de iniciante mostrou muita competência no critério criatividade. Sei que muitos poderão achar referências a outras obras, como 'Harry Potter' (um personagem central "azarado", encontra uma dupla de amigos, um mago conselheiro, um banco ultra seguro, uma floresta perigosa e inimigos que o perseguem devido a uma profecia), mas apesar de algumas similaridades, não é disso que estou falando...a questão criatividade está relacionada com a qualidade dos detalhes quando o autor descreve os ambientes, é uma descrição simples, não tão detalhada a ponto de se tornar cansativa, fazendo com que você realmente visualize aquele local, assim fica muito fácil o leitor se transportar para dentro do universo mágico da Ilha de Kansnubra.

   Outra coisa que me chamou atenção foi a capa, os objetos presentes fazem referência a uma jornada de aventura o que realmente encontramos ao ler as páginas seguintes, ela faz com que você tenha vontade de ler o livro, fator importante para conquistar leitores que adoram comprar livros pela capa. É difícil eu comentar da capa quando faço uma resenha, pois para mim o que conta mesmo é o que há dentro do livro, como ele faz eu me sentir, mas essa capa me agradou muito e eu tinha que mencionar isso.

   Mas como nem tudo são flores, a obra apresentou alguns aspectos importantes e estou comentando isso para que os autores nacionais fiquem mais atentos, quanto aos erros presentes, ter cuidado e fazer uma boa revisão é imprescindível, muitos leitores não perdoam sequer um errinho de português...eu não estou aqui pra criticar, pois eu mesma erro (vocês percebem isso com frequência, kkkk) e também não encontrei muitos erros gritantes, mas haviam muitas palavras agrupadas, comprometendo a estética e coerência. 

   Confesso que esperava mais do final, quem sabe um encontro com os valentões que perseguiam Garley no início da história em uma demonstração de suas novas habilidades de combate...uma surra seria pouco para eles. Gostei do desfecho em si, mas o livro simplesmente terminou e eu fiquei com um imenso ponto de interrogação na cabeça...e agora? 
   Estou super ansiosa para saber mais sobre as novas aventuras do herdeiro do cavalheiro dourado.

  Os amantes de aventura e fantasia não podem deixar de conferir o início da incrível aventura de Garley e seus amigos, que pelo visto está apenas começando.









6 comentários:

  1. Para tudo! Esse livro parece ser MUITO bom! Adoro fantasia, e gosto demais quando o personagem principal se desenvolve e precisa ser o herói. Me lembro um pouco Percy Jackson, mesmo sem ter nada a ver hahaha E esses livros que terminam assim, nos deixando ainda mais curiosos são os melhores e os piores... A ansiedade para chegar na próxima aventura, e a demora também hahaha

    Nunca tinha visto e nem ouvido falar em A Ilha de Kasnubra e o Portal Perdido, mas achei interessante, e o Garley me parece bacana como principal.

    Parabéns pela resenha e o seu blog é super fofo <3
    Beijos;*

    Renata,
    psychoreader.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Renata, pode conferir a obra...você não vai se arrepender :)

      Beijokas da Quel ¬¬

      Excluir
  2. Olá, tudo bem?
    Gostei bastante da premissa do livro e da sua resenha. Gosto muito de fantasia então com certeza pretendo ler :)
    Abs!!!
    http://www.magisbook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, pra quem gosta de fantasia é um prato cheio!

      Beijokas da Quel ¬¬

      Excluir
  3. Oi Raquel,tudo bem?
    Estou caprichando na continuação das aventuras de Garley. Quanto a resenha achei bem informativa e muito bem escrita, gostei mesmo! Um forte abraço e muito obrigado pelo carinho e apoio! Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço a confiança Andrews, que bom que gostou da resenha...estou esperando a próxima aventura de Garley, assim que sair adoraria poder fazer uma nova resenha e ajudar na divulgação. Obrigada pelo carinho

      Beijokas da Quel ¬¬

      Excluir