Dia Nacional do Livro


Hoje é o dia nacional do livro e pensei em fazer uma postagem diferente da que eu estou acostumada. Afinal, eu sempre estou colocando resenhas e nada assim especial. Minha vez! Enfim, pensei em compartilhar os livros que me marcaram, de alguma forma ou por algum motivo especial.



Meu Pé de Laranja Lima
Foi o primeiro livro que li, aos 6 anos, quando de fato aprendi a ler. Foi um presente da minha mãe, que sempre gostou muito de ler também. É um livro com um narrativa marcante, de fato, e apesar de terem anos que eu não o leio, ainda consigo me lembrar da personagem Zezé, as dificuldades que enfrentou na vida e como seu melhor amigo, o Pé de Laranja Lima, o proporcionou ser de fato criança apesar de todas as dificuldades. Um livro que eu me sinto honrada de ter podido ler, de ter sido o meu primeiro. Literatura Nacional ainda por cima!


Harry Potter

Apesar de Meu Pé de Laranja Lima ter sido o meu primeiro livro, Harry Potter foi a minha primeira paixão e o primeiro que deu início a meu amor pelas sagas. Harry Potter seguiu minha infância e adolescencia e, como acontece com muitos, ainda permanece em minha vida com um amor especial. Não foi apenas uma febre, foi ser "sugado" pela narrativa da J.K. Rowling e esse mundo fantástico e ainda hoje, quando leio, consigo me sentir como a menina de 10 anos que era quando li pela primeira vez.


As Crônicas de Nárnia.

Já ficou claro que eu gosto de fantasia. Mas C.S.Lewis me deu muito o que pensar. Conheci essa saga quando tinha 14 anos e simplesmente me apaixonei pelas personagens e a história. Me apaixonei por Aslam e tudo o que ele representou não apenas na narrativa, mas também no que podemos ver a nossa volta. Saber que Lewis quis trazer a história biblica para a literatura dessa forma tão leve me deixou encantada e me encanta a sua naturalidade até hoje. Nárnia me marcou por seu amor, e me fez amá-lo ainda mais.


A Cabana

Assim como Nárnia, A Cabana me marcou pela presença da fé. Do amor em cada pequena parte da narrativa. Foi um livro que me fez pensar em muitas coisas do que sou e do que me cerca, que me fez me sentir no lugar da personagem em meio a seu amor, suas dúvidas e sua dor. Um livro que não prega uma religião, apenas a crença e que trata disso em seu mais tocante. Foi um livro que me tocou de uma forma que nenhum outro conseguiu até hoje.


A Batalha do Apocalipse.

Mais um livro da Literatura Nacional, do maravilhoso escritor Eduardo Spohr. Abro um parenteses pra dizer que o cara é 10! Já participei de um bate-papo com ele na bienal do livro do Rio em 2013 e foi simplesmente demais. Além de escrever super bem, ele é muito atencioso. Seu livro me marcou por se tratar de uma narrativa de fantasia diferente de qualquer outra que já li. Uma narrativa épica, com um cenário épico. O que dizer? Eu simplesmente me apaixonei pelo livro.



Então, esses são alguns dos meus xodós, dos livros que me marcaram de alguma forma mais "especial", porque todos os livros que li me marcaram de alguma forma, não posso negar. Aposto que pelo menos um será igual ao de vocês, então, quem quiser compartilhar os livros mais marcantes, fiquem a vontade, vamos conhecer os que temos em comum! Ah, e Feliz Dia Nacional do Livro!




2 comentários:

  1. Oi, tudo bem? Já li Meu pé de laranja lima e sem dúvidas ele marcou minha vida também, um livro incrível e emocionante. Tenho muita vontade de ler As Crônicas de Narnia, mas não tive oportunidade ainda. A Cabana foi um livro que eu tentei ler e não consegui, não gostei.
    Seguindo seu blog, beijos.
    http://leit0res.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beatriz, obrigada pela visita :)

      Acho que de todos esses listados pela Fer eu só li mesmo foi 'Harry Potter', 'A Batalha do Apocalipse' e 'As Crônicas de Nárnia' estão na minha lista...mas ultimamente estou precisando é de tempo.

      Logo retribuiremos a visita

      Beijokas da Quel ¬¬

      Excluir