Resenha: Vaclav & Lena

Autor: Haley Tanner
Editora: Intrínseca
Ano: 2012
Páginas: 271
Tradutor: Maria Luiza Newlands

Sinopse: Vaclav e Lena parecem destinados um ao outro. Eles se encontram pela primeira vez aos 6 anos, numa aula de inglês para imigrantes em Brighton Beach, no Brookling. Vaclav é precoce e falante. Lena, com dificuldade no idioma, refugia-se na segurança de sua adoração por ela. Vaclav imagina a história deles de desenrolando como a ilusão perfeita de seu precioso Almanaque do Mágico. No entanto, uma das muitas verdades a serem descobertas nesta extraordinária obra de estreia de Haley Tanner é que “felizes para sempre” nunca é um destino garantido.


O livro tem uma narrativa envolvente que faz você querer acompanhar a história, gostei principalmente da primeira parte do livro, onde achei que a autora passa bem a inocência das crianças (principalmente de Vaclav, com seus sonhos de ser um grande mágico e no fato dele ainda não ver a maldade nos outros). Já a personagem da Lena não me aparentou ter a profundidade que deveria para uma pessoa que passou por tanta coisa, como é mostrado no desenrolar no livro.

A amizade dos dois personagens é algo muito bonitinho, mas eu meio que imaginava na minha cabeça que Vaclav se via como um irmão mais velho de Lena, alguém que estava ali para protegê-la de todos os males, e não que duas crianças de 6 anos já se apaixonassem e sentissem que tinham encontrado o amor da vida delas, e isso me incomodou um pouco.

No fim acredito que o livro passa uma bela mensagem sobre amizade, mas força um pouco no drama do sumiço de Lena e dos motivos para isso ter acontecido, já que tudo é esclarecido meio rápido no livro. Então, segue de recomendação para vocês a leitura de Vaclav & Lena, que acredito que seja uma boa estreia para a autora.



Nenhum comentário:

Postar um comentário