Entrevista Ana Luísa Tavares

Queridos, leitores do Literaleitura!

Depois de um período ausente, estou feliz em retornar o contato com vocês. Esse retorno seria antes, mas o carnaval e forte chuva aqui no Rio de Janeiro, que me deixou sem luz por três dias,  só permitiram fazer esta postagem hoje.


A nossa entrevistada é a autora Ana Luísa Tavares, parceira do Projeto Eco Literário, uma iniciativa muito legal, que divulga autores brasileiros. 

A Ana Luísa  é uma escritora paraibana que nasceu em 1991 na cidade de João Pessoa. Começou sua escrita no ensino médio através da saga Pétalas de sangue que foi publicada em 2015. Atualmente enquanto mergulha no mundo dos contos,  segue com a fantasia e aventura que recheiam a bela série Pétalas de sangue.




1-     Literaleitura - Quando e por que você decidiu se tornar escritor?

Ana Luísa - Tudo começou no ensino médio quando uma colega de classe me convidou para fazer um quadrinho no estilo japonês. Eu seria responsável pelo roteiro e ela pelos desenhos. Foi assim que comecei a escrever. Infelizmente, a ideia não foi para frente e perdemos contato quando terminamos o ensino médio. Porém eu já tinha escrito muita coisa e estava muito apegada a historia e todos os personagens. Então decidi que continuaria a escrever porque queria terminar com um final digno para todos os meus queridos personagens. Além disso, percebi que havia se tornado uma forma de me expressar e lidar com os estresses do dia a dia.

2-     
L - Quais dificuldades você enfrentou para entrar no mercado editorial?

Ana Luísa - Para mim o maior desafio foi a publicação em si porque a fiz independente de editora. Então foi preciso ir atrás de todos os contatos para fazer a revisão, diagramação e capa. O desenho dá capa eu cheguei a fazer a mão e então me indicaram uma pessoa da área de design para fazer a arte final. Mas ao mesmo tempo foi uma experiência bem positiva porque todo esse esforço me fazia querer ainda mais ver meu livro publicado. Além disso conheci pessoas incríveis que se mostraram muito dispostas a me ajudar. E quando finalmente recebi os livros da gráfica foi uma sensação indescritível de trabalho realizado. Aprendi muito e amadureci com esse desafio.   

3 L - Quais escritores mais o influenciaram?
   
     Ana Luísa - Diria que os que mais me influenciaram foram Rick Riordan e J.k. Rowling.

4L- Quais são os desafios de se destacar em um mercado onde há tanta valorização da          literatura estrangeira?
       
     Ana Luísa - Acho que o maior desafio é conseguir criar um mundo totalmente novo e atrativo no meio de tanto material incrível presente no mercado. Pensar em toda a história, os personagens e cada detalhe leva tempo, cuidado e observação de tudo a sua volta. É preciso se abrir também e experimentar leituras diversas para ampliar as possibilidades.


   L-  Como é o seu processo de escrita? Você faz roteiros das histórias, dossiês de personagens?

  Ana Luísa - Basicamente observo bastante as pessoas e o ambiente ao meu redor tirando inspiração disso. Também procuro assistir seriados e ler livros ou mangas que me tragam ideias novas e visões diferentes acerca do mundo. Tento preparar alguns roteiros para me guiar em relação a sequência dos acontecimentos. Já em relação aos personagens tento pensar em todos os detalhes incluindo passado, motivações, objetivos e traumas. Geralmente crio fichamentos para lembrar de tudo que for necessário dos personagens e também informações relevantes para o evoluir da história.

6L - Você costuma criar trilha sonora para os seus livros?  Quais personagens você utilizou a música como inspiração?

Ana Luísa - Às vezes sim. Geralmente deixo uma playlist tocando enquanto escrevo e já me peguei muitas vezes combinando certa música com algum personagem especifico ou com algum par romântico do livro. É interessante perceber essas relações quando nem se está tentando faze-las. A música me ajuda bastante a criar cenas românticas e até de tensão. Já cheguei até a criar vídeos inteiros em minha cabeça.

7L -  Quais autores mais lhe inspiram?
  
 Ana Luísa - Ainda hoje Rick Riordan é um dos meus escritores favoritos e que me traz muita inspiração pela sua forma criativa de trazer as diversas mitologias e também de trabalhar distúrbios psiquiátricos. Outros que poderia citar são J.K.Rowling, Stephen King e Emily Rodda.

8L - Quais são seus projetos para o futuro?
  
Ana Luísa - Meu principal projeto para o futuro é conseguir organizar o necessário para lançar o segundo volume da saga Pétalas de Sangue. Espero conseguir uma forma satisfatória de lançar todos os outros volumes seja através de editora ou por financiamento coletivo. Fora isso, espero passar numa ótima residência de psiquiatria que é meu outro grande objetivo.


Ana Cláudia Esquiávo é jornalista e escritora

Nenhum comentário:

Postar um comentário