Resenha: O Impostor


- Trilogia Amor e Mentiras (livro 3)
Autora: Tarryn Fisher 
Editora: Faro Editorial
Ano: 2016
Páginas: 272

*Obra cedida pela editora em formato físico para resenha, referente a parceria de 2017.

    Uma série sobre amor muito realista, na qual não existem mocinhos, capaz de surpreender a cada nova página. Caleb Drake nunca esqueceu seu grande amor. Nem depois de se casar com Leah ou mesmo quando Olivia se casou com outro. Num momento em que a vida de todos parece entrar num turbilhão de mudanças, ele sente que precisa tomar uma decisão. Talvez a mais importante da sua vida. Caleb tem algumas certezas, mas, agora, há muito mais em jogo. Qualquer caminho que escolha trará graves consequências. Então ele descobre que, para seguir seus instintos, o preço pode ser insuportavelmente alto. [SKOOB]

    No desfecho da trilogia 'Amor e Mentiras' muitas questões vão sendo esclarecidas, os fatos agora são apresentados pelo ponto de vista de Caleb, e assim conseguimos entender suas decisões impulsivas e os motivos que o levaram a cometer uma série de atos inadequados que o levaram para longe de seu verdadeiro amor. 
    Com sua ajuda os "pontos são ligados" e é possível descobrir os grandes "porquês" por trás de tanta dor e desventuras. Um grande número de atitudes incorretas, mal entendidos e muita, mais muita mentira mesmo.


    "Eu perdi Olivia três vezes. Na primeira vez foi por impaciência. Na segunda, por causa de uma mentira tão odiosa que não conseguimos superar. E na terceira vez - no momento presente -, eu a perdi para o Noah."

    Tudo parece ir de mal a pior na vida de Caleb, divorciado de Leah (isso até que não é tão ruim), a ex-mulher joga em sua cara que ele não é o verdadeiro pai de Estella, a menina dos olhos dele. A notícia atinge Caleb como uma faca, apunhalando-o bem no coração. Como isso pode ser verdade? Ele realmente amava aquela garotinha mais que qualquer coisa em sua vida...até mais que Olivia (como se isso fosse possível!). E para completar sua total infelicidade, Olivia está casada e feliz.

    A vida de Caleb não tinha mais sentido e ele estava cogitando aceitar um emprego em Londres para fugir de todo o sofrimentos, o qual ele mesmo plantou e agora estava colhendo os frutos. Até que um dia, Olivia bate em sua porta após o julgamento de seu último cliente, um estuprador o qual ela conseguira inocentar alegando insanidade. Ela se sentia mal pela vitória, sabendo que o cara era realmente culpado e isso a leva diretamente a Caleb. Estranho? Mas ela sempre pode contar com ele nesses momentos, mesmo com toda as mentiras e reviravoltas envolvendo os dois.

    Os dois se reaproximam, Caleb conhece Noah e sente ainda mais raiva após constatar que na verdade ele é um cara legal e que será dez vezes mais difícil ter Olivia de volta.

    A trama é recheada de idas e vindas, sabemos que Olivia e Caleb se amam, mas todo o universo conspira para que o casal não fique junto e tenha seu "felizes para sempre". Olivia está presa em um dilema entre o amor de Caleb (que a fez sofrer durante 10 anos e ainda faz, mas o qual ela não consegue viver sem) e Noah, (que a ama, mas não quer dar a ela o sonho de ser mãe).
    É difícil entendermos alguns dos motivos que levam os personagens a nunca conseguirem se entender e seguirem seus corações, mas aos poucos tudo vai sendo explicados e conhecemos melhor os medos e anseios de Olívia, as mentiras de Caleb (como a amnésia) e a que ponto chega a perversidade de Leah.
    Caleb passa boa parte do enredo sofrendo com as indecisões de Olívia e com perdas familiares, mas descobre que é realmente o pai de Estella e vai lutar pela guarda da menina, e que no fundo sua mãe não odiava Olivia o tanto quanto ele imaginava.

    "Tudo bem que você a ame. Não pare de amá-la! Se negar os seus sentimentos por ela, vai acabar negando tudo o mais. E isso não é bom...    A vida não se adapta às nossas necessidades, ela nos devasta. O amor é cruel, mas é bom. Ele nos mantém vivos. Se precisa dela, então, espere."

    Mas se você quer saber como será o desfecho desse triângulo que mais parece um hexágono amoroso? Então vai ter que conferir por si mesmo, pois eu não vou revelar se Caleb, Olivia e Leah foram felizes ou infelizes em suas redes de mentiras...não quero estragar a surpresa da leitura!
   

    Na trilogia vemos o lado humano dos personagens, como uma sequência de decisões precipitadas e mentiras podem distanciar duas pessoas que se amam...e o mais engraçado, como que mesmo com tantos obstáculos a vida faz com que seus caminhos se cruzem inúmeras vezes.
    Aqui não encontramos mocinhos nem vilões, todos os personagem, assim como nós, têm suas qualidades e defeitos, ambos moldam o caráter e faz com que a pessoa se auto descubra, e na maioria das vezes é no sofrimento que conseguimos descobrir nossa verdadeira essência.

    Tarryn Fisher mostra ao leitor que o amor dói, mas que viver sem amar ou ser amado pode doer ainda mais. Essa é a mensagem central da obra, é possível ver o que o amor fez a cada um dos personagens...como cada um deles resolveu tratar o sentimento e o que recebeu em troca, a autora dá um show quanto a isso e consegue prender a atenção do leitor desde o primeiro até o último capítulo da trilogia.

    Confesso que nunca li algo assim, é muita sofrência minha gente...mas nada que não possa ser explicado ou compreendido. Como o antigo ditado diz "Aqui se faz, aqui se paga!" e que nossos atos não ficam impunes, logo mais o passado vai aparecer e bater na nossa porta cobrando os juros.


    Você que acompanhou as resenhas da trilogia já deve estar casado de me ver falar sobra a diagramação, mas tenho que parabenizar e exaltar a editora. A Faro Editorial faz um trabalho invejável com suas obras, sabe aquele carinho de mãe...que pega o filho no colo e mima até não poder mais, pois é assim mesmo...além de mimar nos leitores com esse trabalho incrível...impossível deixar passar!

    E espero que você também não deixe...

    Se ainda não leu, corra já pra livraria mais próxima ou adquira já seus exemplares da trilogia agora mesmo pelos link abaixo!



    Confira nossas outras resenhas da trilogia:



Classificação


Gênero
Literatura Estrangeira
Romance
Drama

Nenhum comentário:

Postar um comentário