Resenha: Teoria do Amor



Autora: Halice FRS
Editora: Ler Editorial
Ano: 2016 
Páginas: 368

*Obra cedida pela editora no formato de livro físico, para resenha, referente a parceria de 2016.

Sinopse
    Será possível que duas pessoas de temperamentos e convicções tão opostas, cedam aos impulsos do coração?

    Alex é cético quanto ao amor. Não entende como alguém pode se tornar afetivamente dependente de outra pessoa. Aos 39 anos, é um solteiro convicto.
    Por uma necessidade ocasional, vive recluso em uma casa afastada da civilização, onde não há eletricidade, água encanada, meios de comunicação nem veículos.

    Maya é uma leitora aficionada e uma romântica incurável. Não consegue imaginar a vida sem amor, mesmo que seja um amor platônico.
    Aos 26 anos decide investir em um relacionamento e aceita passar as férias na companhia de William, por quem é secretamente apaixonada. O que ela não contava era que ele se envolvesse com uma desconhecida na primeira oportunidade.

    E por obra do destino, os caminhos de Alex e Maya se cruzam, obrigando-os a conviver sob o mesmo teto por três dias, em uma inusitada relação, que forçará ambos a lidar com as diferenças um do outro. Mas essa tarefa não será nada fácil, uma vez que o convívio entre eles se assemelha ao de cães e gatos. [SKOOB]

    Maya é uma jovem romântica e sonhadora que está fugindo de uma viagem desastrosa com seu melhor amigo e eterno amor platônico: Will. Essa viagem tinha tudo para ser perfeita e a oportunidade de algo que Maya mais desejava, passar um tempo sozinha com Will e fazê-lo descobrir o quanto ela é importante para ele, mas o que a garota não esperava é que o amigo a largaria para correr atrás de um rabo de saia. Frustrada, ela parte em sua scooter tentando esfriar a cabeça e esquecer o idiota por quem é apaixonada.
    E é nessa fuga que Maya encontra Alex, depois de um acidente ela busca abrigo na fazenda do rapaz e é obrigada a passar alguns dias em sua companhia devido a uma tempestade que se inicia e não quer dar trégua. 

    Alex é completamente diferente de Will, ele é grosso, implicante, rabugento e não acredita no amor...um completo "ogro", o que faz com que a jovem de 26 anos fique completamente arrependida de pedir abrigo no local e desesperada para se ver livre dele. 
    Durante sua estadia na fazenda, mesmo a contra gosto, Maya começa a conhecer um outro Alex, um homem desapegado ao mundo material, que vive longe da civilização e do conforto que a tecnologia proporciona aos demais habitantes do planeta, e embora passem a maior parte do tempo discutindo sobre seus ideais ela se sente atraída por ele. Alex mostra possuir muitas qualidades mas esconde alguns segredos sobre sua vida pessoal e não está interessado em se envolver com ninguém, ele gosta da simplicidade do campo e parece estar se escondendo de algo ou alguém.

    Mesmo sabendo que Alex não é o típico cavalheiro de armadura reluzente, pois ele não acredita no amor, apenas em atração e desejo, contrariando tudo o que ela acredita sobre relacionamentos entre duas pessoas... Maya se entrega perdidamente em seus braços.

     Depois de sua primeira noite de amor, sim Maya era virgem, ela estava se guardando para um momento que julgava ser mágico com alguém mais que especial, muita coisa acontece... A jovem volta para sua cidade, descobre os mistérios que Alex tanto escondia, o que causa uma grande decepção ao expor sua própria vida diante de tantas pessoas. Tais acontecimentos fazem com que Maya tome um rumo diferente em sua vida, na qual parece não haver mais espaço para Alex. Já o segundo, mesmo que relutante quer o perdão da garota a quem conseguiu destruir os sentimentos tentando negar os seus próprios.



    O livro é dividido em três períodos tendo início com o encontro de Maya e Alex, esse é bem divertido, pois acompanhar as brigas entre o casal protagonista faz com que a leitura flua rapidamente. No segundo descobrimos o grande segredo de Alex... Eu não sou boa em adivinhar os mistérios ocultos dos personagens, mas acertei em cheio com Alex...ele não conseguiu me enganar em momento nenhum. E o terceiro, a grande reviravolta no enredo (esse é segredo!).

    Mesmo gostando do enredo e da escrita da autora, confesso que não consegui me apegar muito aos personagens, pois de um lado temos Maya, que pensa viver em um conto de fadas buscando seu príncipe encantado, porém ela não é mais uma adolescente de dezesseis anos, tem que acordar de suas fantasias e começar a buscar suas reais prioridades. Do outro temos Alex, um homem egocêntrico e amargo, que lança seu charme pra conquistar um belo par de pernas, ter o que quer e cair fora, um completo cafajeste manipulador.
    Foi muito difícil conseguir perdoar esse personagem, e mesmo querendo que os dois ficassem juntos no final, acho que eu não consegui perdoa-lo realmente. Alex foi muito insensível em diversos momentos e fiquei bastante chateada com suas atitudes, ele foge dos padrões encontrados em obras de romance, aquele do mocinho por quem você se apaixona perdidamente e torce para um "felizes para sempre". 
    Quanto a Maya, ela conseguiu crescer muito com o caminhar do enredo (e o passar dos anos), amadureceu muito, mas está fadada a cometer inúmeras atitudes imaturas e impensadas.

    A sessão confessionário vai continuar... É, quem me conhece sabe que eu não sou muito fã de livros HOT e cenas calientes, e o engraçado é que mesmo não curtindo eu leio super rápido esse gênero, não sei se é para "me livrar" logo da obra, mas o gênero flui muito bem. 
    Assim, mesmo com os inúmeros momentos picantes, eu curti a leitura de 'Teoria do Amor'... E lembre-se, a capa pode parecer bobinha, fazendo com que o leitor acredite se tratar de um romance adolescente, mas não, ele tem censura, e não recomendo para menores de idade.



    Vamos falar de diagramação? Eu não tenho muito o que escrever sobre esse ponto, minhas resenhas de obras da editora até parecem bem repetitivas quando chegamos nesse quesito, pois eu sempre a cubro de elogios e não é para menos, a Ler Editorial faz um trabalho lindo com suas obras, desde a escolha da fonte, espaçamento e cor de páginas...sem contar os detalhes no inicio dos capítulos e nesse livro em questão as ilustrações mega fofas 💕


    Para aqueles que curtem um Chick-lit repleto de reviravoltas, brigas e reconciliações, essa obra deve ser incluída a lista de leituras, super recomendo!


Classificação

Gênero
Chick-lit
Ficção
Romance
Literatura Nacional

Um comentário:

  1. Quel!
    Gosto muito de chick-list e também de livros hots, mas não sei, achei que faltou alguma coisa no livro ou talvez porque seja de adolescentes que ando evitando no momento...
    Desejo uma ótima semana!
    “Conhecer os outros é sabedoria. Conhecer-se a si próprio é sabedoria superior.” (Lao-Tsé)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir