Resenha: Uma Dama Imperfeita

Autora: Lucy Vargas
Editora: Charme
Ano: 2016
Páginas: 384

* Obra cedida pela editora no formato de livro físico, para resenha, referente a parceria de 2016.

SINOPSE
    Com seu futuro e sua reputação em risco, Bertha Gale descobre que nem a dama mais perfeita do baile consegue fugir do escândalo quando ele quer tomar seu coração e revirar sua vida, despertando paixão e ruína por onde passa.
    Determinada a viver o seu primeiro amor, mas com o coração despedaçado, Bertha decidirá entre fugir ou se entregar e sobreviver às consequências.
    Eric Northon, Lorde Bourne, é um escândalo ambulante. E tem mais problemas do que conta. Último herdeiro dos Northon, ele podia aprontar de tudo na temporada. Desde que se casasse no final. Ele só não podia se encantar pela dama mais perfeitamente imperfeita da cidade. E decidir arrebatá-la. Para sempre. Sem medir esforços ou consequências.
    Divirta-se com o grupo mais mal falado e cheio de apelidos que Londres já viu. Ninguém sairá impune da inesquecível temporada de 1816. [SKOOB]


    Ainda apaixonada pelas aventuras dos Preston em "O Refúgio do Marquês", qual foi a minha surpresa quando a editora charme disponibilizou sua continuação (Uma Dama Imperfeita) para nós?!

    Apesar de ser a continuação do anterior e em alguns pontos eu ter de me abster para não lançar spolers para os que ainda não leram o primeiro, os que decidam iniciar por este livro não terão dificuldade em compreender os fatos que os montam.

    Aqui a história foca-se em Bertha e Lydia, a protegida e a filha do Marquês, respectivamente, em sua primeira temporada como debutantes em Longes, no ano de 1816. 

    Lydia foi crida por seu pai, que perante a sociedade é visto com um selvagem, porém, a nossa visão moderna pode ser visto como avançado para a época, em alguns pontos. Bertha, sua melhor amiga desde sua infância, é sua acompanhante nesta fase. Como tal, Bertha precisa ser invisível e aconselhar Lydia a encontrar um bom rapaz com quem ela possa se casar.

    Mas por ter sido criada junto com a menina, recebendo a melhor educação que uma dama pode receber e sendo "graciosa" como nem mesmo a filha do marquês é capaz, Bertha falha em ser invisível perante os olhos de Lorde Bourne, que se encanta pela dama e não cansa de lhe mostrar tais interesses.

    Em uma época em que o status social era o mais importante em suas companhias, tanto quanto suas origens, esse romance impossível se desdobra. Com provocações, farpas e discussões, o jovem casal se vê envolvido pouco a pouco. Daí, pequenos olhares e momentos são tão puros e inocentes que é impossível não ler e sorrir.

    Diversos desses momentos, também, são fáceis de imaginar, como um filme que se pausa a cada momento que paramos sua leitura. Ambientalizado em uma Londres que passa por mudanças de comportamento e de mentes, muito bem expostas pela autora.

    A família Preston ganha destaque, não apenas por ser responsável pela dama imperfeita que é Bertha, mas por ser a origem de toda a história, assim como o seu alicerce.

    É impossível não se encantar com os momentos em família descritos na história, assim como os momentos simples e íntimos de Bertha e Eric. Assim como torcer para os dois, mesmo com tudo a volta sendo contra um casal tão impossível.

    Uma dica que dou é também ler a nota da autora ao final do livro. Ela explica muito do que acontece de forma singela no livro através da pesquisa que fez para criá-lo. Uma aula de história incluída em um romance gostoso e fácil de ler. 

    O que resta após essa leitura é uma grande ressaca literária após tantos pontos maravilhosos de uma história apaixonante e a ansiedade pela continuação prometida para a história dos Preston!


Classificação

Gênero
Romance
Ficção 
Drama



12 comentários:

  1. Gostei muito da resenha mas não é de maneira alguma o meu tipo de livro! talvez para a próxima anote a sua dica ;)

    ResponderExcluir
  2. Ahhhhh livro de época, amo amo amo amo demais! Já quero muito ler esse livro, sua resenha ficou incrível, e já quero muito incluir na minha lista de desejados! <3

    www.memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
  3. Valeu a dica, não conhecia o livro e gosto de romances de época.
    Tem tempo que não leio algo assim pq ando preferindo os clássicos mesmo.
    Mas gostei da resenha, beijos

    ResponderExcluir
  4. legal que a autora fez pesquisa pra escever o livro... quando se fala em romances de época e histórias que se passam num periodo passado, essas pesquisas se mostram indispensáveis para um bom desenvolvimento e coerência da trama...
    que legal que vc curtiu pacas a leitura... foi uma continuação que valeu a pena pro enredo, ne? ^^
    bjs...

    ResponderExcluir
  5. Oiee Fernanda ^^
    Eu ainda não li "O refúgio do marquês", mas vi algumas resenhas positivas a respeito dele, então estou curiosa. E eu adoro romances de época, mais um motivo para ficar curiosa e animada quando vi essa resenha. Espero gostar também :)
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  6. Oiii Fernanda, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, mas parabéns pela sua resenha querida.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  7. Fiquei com vontade de ler! <3
    Eu não leio romances de época e nem sei dizer o porquê.
    Eu quero sabe, mas não encontro jeito para isto. heheh

    Quem sabe eu dê uma chance, mas vamos começar pelo primeiro livro né. Não gosto de histórias pela metade, mesmo que o enredo seja fácil de entender.
    http://vicioseliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?
    Gostei muito da sua resenha, não conhecia o livro, mas fiquei mega curiosa para ler e conhece-lo a fundo!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Gostei da premissa do livro, e essa questão da pesquisa por trás da história é muito interessante!
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Eu nunca li nada da autora, mas já ouvi falar muito bem! Até já tenho o Refugio, mas ainda não li.
    Quanto a trama, lendo assim me pareceu bastante comum, mas livros de época não fogem mesmo muito disso! E o importante é a forma como é contada né?!

    Bjus

    ResponderExcluir
  11. Muito bom quando o livro causa ressaca literária, né? Sobre o enredo, não é bem meu estilo favorito, mas, possivelmente, se tivesse o livro em mãos, leria.

    ResponderExcluir
  12. Oi.
    Quero começar a ler romance de época .
    E talvez eu comece por este .

    ResponderExcluir