Resenha: Num Piscar de Olhos

Autora: Teodora Kostova
Editora: Charme
Ano: 2015
Páginas: 384

* Obra cedida pela editora na forma de livro físico, para resenha referente a parceria de 2016.

SINOPSE
    Stella passou por grandes perdas em sua vida. Lidou com a morte muito jovem e com a saudade da sua melhor amiga, que foi morar na Itália com a mãe. Quando a vida está começando a entrar nos eixos, a notícia de que ela está com câncer a deixa novamente sem chão. Após o doloroso tratamento, os médicos acreditam que Stella está finalmente recuperada e ela decide passar um tempo em Gênova, na Itália, para reencontrar sua prima e melhor amiga, antes de retornar ao médico para fazer o exame que determinará se ela está realmente curada. O que ela não imaginava é que a Itália vai lhe dar uma nova razão para viver.
    Max se apaixona por Stella à primeira vista, mas conquistá-la não será fácil, já que há muita coisa que pode mantê-los separados para sempre. Após muita luta, Max finalmente vence sua resistência e conquista seu lugar ao lado da mulher que ama. 
    Mas será que Max e Stella serão fortes o suficiente para lutar não só por seu amor, mas também por suas vidas? [SKOOB]


    Este é um livro em que a personagem aparece com câncer, mas não tem o câncer como foco! E é justamente isso que faz com quem lê esse romance (e gosta de romances) se apaixone por ele. 

    Stella é uma personagem forte, apesar do que aparentemente mostra. Logo de início há a apresentação das personagens, sendo elas a família de Stella e como ela viu a morte desde cedo em sua vida, assim como ela aprendeu a superar (ou seria aceitar um pouco melhor) isso. Conta também como ela passou pelo câncer e como isso sempre se mostra uma sombra em seus pensamentos, algo que acredito que qualquer um que passou por isso tenha.

    Mas logo a jovem decide viver, esquecer por algum tempo aquela sombra em sua vida e ser apenas uma jovem comum de férias. Sem planos para o futuro. E é assim que ela conhece Max, aparentemente apenas o lindo salva-vidas da praia que lhe atrai (e muito). Porém, Max é adepto ao amor a primeira vista e após sentir a mesma atração inexplicável por Stella ele não desiste até a conquistar.

    Até então tinha pensado ser um romance clichê, e confesso que me desanimei com esse pensamento, o que me levou a demorar um pouco a leitura a partir daquele ponto. Que erro o meu, pois estava perdendo uma excelente história!

    As personagens se mostram muito perto da realidade, de uma forma que me cativou. Apesar de ser um amor arrebatador demais para que eu consiga imaginar, consegui me ver no lugar deles em questão de dúvidas, segredos e até mesmo aparentes certezas. Quem nunca imaginou estar fazendo o certo ao esconder algo? E se eu estivesse no lugar deles, o que faria?

    Além do mais, o que me encantou foi o fato de narrar coisas rotineiras, como a construção de um relacionamento que aparentava ser apenas um amor a primeira vista. Amo livros que a relação é construída para que nós vejamos, e mais ainda quando um dos dois precisa ser conquistado. Seria apenas o meu lado romantica? Eu acho que não.

    Para mim foi isso que fez Num Piscar de Olhos se tornar um não-clichê. Muitas coisas foram presumidas (e uma delas eu errei!), mas muitas são imprevisíveis e completamente gostosas de ler.

    Minha única crítica negativa fica sendo para o final. Não que tenha sido ruim, pois isso não foi, mas me passou a impressão de que a autora estava com pressa para acabar, ou então que ela não sabia direito como o fazer, como desenvolver melhor aquele final após criar um relacionamento tão profundo. Não, eu não irei dizer se o final é feliz ou triste, para isso você terá que ler!

     E eu recomendo a leitura de Num Piscar de Olhos. Não há nada muito aventureiro, mas é capaz de nos fazer rir e até mesmo chorar (se for sensível em sua imaginação).

Classificação

Gênero
Ficção
Romance
Drama



26 comentários:

  1. Oi, Fernanda!
    Que bom que a autora optou por não focar no drama do câncer. Eu, particularmente, não gosto de livros que apelam para o drama da doença.
    Pelo o que você falou o livro tem suas qualidades, mas no momento ele não me chamou atenção. Quem sabe em outro momento.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi, meninas!
    Eu sou bem chata com romances e não é qq um que leio. Quanto mais clichê, mais longe de mim. Esse me parece ser bem diferente, pelos pontos expostos na resenha. Situações mais realistas, fatos inesperados, assim é legal de ler! A capa é linda, em tom de cinza, dando destaque a detalhes. Vou dar mais uma olhadinha nas resenhas desse livro. bj!

    ResponderExcluir
  3. Gostei bastante da resenha, apesar de não fazer meu estilo literário, acho que daria uma chance a este livro.
    Um abração!

    ResponderExcluir
  4. eu amei a capa, fiquei feliz pela sua resenha, ela é fluente e me deixou querendo ler o livro rsrsrsrs, espero que o final seja bom, apesar que você falou que escritora deixou um gostinho de quero mais. indo para minha lista.

    Beijos Lacey ( laina suzan autora)

    ResponderExcluir
  5. Adorei sua resenha, eu não conhecia o livro, mas como uma boba apaixonada por romances irei colocar esse na lista e ver se o ponto negativo que você ressaltou eu também concordo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Capa linda Fernanda esse livro! A charme já é conhecida por essas capas maravilhosas. Eu me vi na Stella kkk (não sei o motivo haha). Quero muito esse livro!
    Estou precisando dar boas risadas.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Achei bem interessante a sinopse do livro, mas se o visse em uma livraria não chegaria perto, confesso. A capa é tão alusiva a romances que não costumo ler que, simplesmente, consideraria esse como mais um exemplar enfadonho e massante. Ao que parece, ele destoa bastante disso, então, dica anotada!
    Bjss

    ResponderExcluir
  8. Nossa adorei a premissa do livro, sempre que envolve câncer, eu cresço o olho. Anotado.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu não conhecia o livro, mas me pareceu uma obra bem "morna", mediana, sabe?
    Não achei a história super interessante, mas também não descarto a leitura.
    Assim como você, gosto dessa construção do relacionamento diante dos olhos do leitor, torna tudo mais real.
    Gostei de saber que apesar do enredo envolver uma doença, ela não é o foco do livro.
    Uma pena que o final tenha sido corrido. Fiquei curiosa sobre o desenrolar da história e daria chance ao livro se houvesse oportunidade.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oie, Fer, tudo bem? O livro parece ser bem bacana e sua resenha me deixou curiosa, mas não é o tipo de livro que eu tô procurando pra ler no momento.

    ResponderExcluir
  11. Oi Fernanda! Fujo da editora Charme porque muitos dos seus livros são eróticos, senão todos, não sei. Não curto o gênero erótico e as vezes sinto falta das resenhas esclarecerem isso. A história parece ser bem interessante, imagino que a Stella não tenha contato ao Max que está lutando contra um câncer, acertei? haha
    Beijos,
    sigolendo.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá
    não é bem meu estilo de leitura e não curti muito a capa mas mesmo assim, parabéns pela resenha, boa dica para quem curte

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Fernanda,
    Odeio quando também tenho a sensação que o final do livro foi escrito de qualquer maneira, sem se preocupar em manter a qualidade da obra . =@
    Apesar de você dizer que não é um romance clichê e eu ter gostado da sua resenha, eu não curto romances, de uma maneira geral. Por isso, deixarei passar a leitura.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel
    www.relicariodepapel.wordpress.com

    ResponderExcluir
  14. Olá,

    Não conhecia a obra e confesso que não me interessei, até porque suas considerações me deixaram um pouco temerosa e estou fugindo um pouco da onda de romances. Vou passar essa dica.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  15. Eu, definitivamente, não sou a pessoa indicada para ler livros desse tipo. Não sei, o enredo parece ser interessante, mas eu consigo prever os acontecimentos do livro. Me parece meio cliché.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Já ia dispensar a leitura se a doença da protagonista fosse o foco, mas já que não é vou anotar a dica e me arriscar na leitura. Livros que tratam de doenças tão complicadas acabam sendo triste e nos deixam de ressaca por dias! Gostei da resenha! Beijão

    ResponderExcluir
  17. Olá! SE eu fosse apenas pela premissa, não iria ler. MAs a sua resenha fez uma diferença enorme! É legal que o fato de mostrar como o romance começa, também achei interessante você ter dito que são situações mais reais, que nos aproxima da história, não me importo de ser clichê, desde que seja bem escrito. Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Fernanda, amo esse tipo de livro, ainda mais que tem um quê de clichê.
    Me alegra saber que não ficou tão clichê pela autora mostrar os dois amadurecendo o que sentiam.
    Que pena que o final ficou parecendo corrido.
    Quero ler.

    ResponderExcluir
  19. Olá Fernanda, apesar de você ter amado o livro eu não consegui ficar muito curiosa para lê-lo, ele não faz o meu estilo de leitura então vou deixar passar a a dica...

    http://meumundo-meuestilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oiiii!
    Não conhecia o livro. Achei bem legal a história. Eu gosto de romances, mas depende do romance. Se for uma melação só eu não gosto rs
    Nossa é horrível quando parece que o autor, estava meio que, de saco cheio da história e queria terminar logo rs. Da um pouco de frustração para quem vai ler e percebe isso. Espero ter a oportunidade de ler futuramente.
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Me pareceu bem clichê, mas isso não é ruim, sempre haverá livros clichês, contanto que nos envolvam. Gostei da resenha, talvez fosse uma leitura que fizesse entre o intervalo de livros bem complexos.
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oii.
    Eu adoro tudo quanto tem romance, seja new adult, yound adult, chic lit, suspense, não importa tudo que tem romance eu leio. Adoro essa coisa do clichê quando a autora ou autor sabe trabalhar bem a história, por isso é claro já adicionei esse livro a lista de desejados.
    Adorei o post, parabéns.
    Beijos da Mary ;)
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Olá Fernando estou bem no inicio desse livro, e meu deus uma enxurrada de drama, e pensei comigo clichê, mas depois de ler sua resenha, vou manter mais o foco e aproveitar a leitura. Bjkas

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    Adoro livros assim, pode ter clichê que eu to lá lendo e suspirando. Gostei da premissa e você me deixou curiosa quanto a esse casal. Que bom que a leitura foi melhorando e saindo da zona clichê rs' odeio quando o final fica corrido, me irrita muito. Mas espero poder conferir!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  25. Oie
    Tudo bom?
    Quando comecei a ler sua resenha, confesso que pensei: Nossa maisnum clichê com uma pessoa com câncer!!!!
    Mas me vi empolgada no decorrer da leiturae agora quero saber de tudo o que acontece, mas fiquei com medo desse final corrido.
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Oie
    Eu conhecia esse livro, mas não tinha lido nenhuma resenha sobre esse livro. Adorei a sua resenha e amo esse tipo de livro haha
    Quanto ao final, eu odeio isso de verdade... final corrido acho que estraga toda a história, mas acredito que eu a leria.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir