Resenha: O Destino do Tigre

Autora: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Ano: 2013
Páginas: 395
Tradutor: Raquel Zampil

SINOPSE
    Honra. Sacrifício. Amor. Poderia o fim de tudo levar a um novo começo? Kelsey, Ren e Kishan sobreviveram a três aventuras dramáticas e muitas provações. Mas, antes que possam partir na busca pelo último presente da deusa Durga, têm que enfrentar o feiticeiro Lokesh em seu próprio território.
O vilão sequestrou Kelsey e já detém o poder de três amuletos. Ela precisa escapar de suas garras para quebrar a maldição do tigre, libertando seus amados príncipes. Esse, porém, é apenas o início da história em que escolhas difíceis e decisivas devem ser feitas por todos. O elemento principal agora é o fogo, e em meio a lava, demônios, animais fantásticos e zumbis, o trio enfrenta seu derradeiro desafio. O caminho é arriscado e cheio de reviravoltas potencialmente fatais. Só uma coisa é certa: ninguém pode fugir de seu destino. [SKOOB]


    De longe este foi o livro que mais gostei da saga. Não que ele não tenha trago o sentimento de irritação e raiva, muito pelo contrário. Agora além da minha raiva para com a Kelsey, que vem me trazendo essa irritação desde o primeiro livro ao ficar com mais inseguranças incabíveis do que muitas pessoas reais realmente o fazem, minha nova atenção foi a famosa e tão aclamada deusa Durga. Me avisaram que eu sentiria raiva dela, e agora aviso a todos que se interessem em ler: virá muita raiva dela neste livro.


    Porém não apenas raiva. Este livro é muito mais agitado e emocionante do que os demais. Infelizmente o triângulo amoroso continua, afinal é a proposta da autora também, porém desta vez os três estão muito mais unidos e perto de conquistarem seu propósito: quebrar a maldição. Mas nem tudo acontece como o planejado, é claro. Há perdas que realmente doem o coração, que acontecem por motivos necessários.

    Este livro encerra a saga dos tigres com Kelsey, então a quem ler, prepare-se para muitas emoções, pois o desfecho realmente acontece agora. Ficamos presos pelas coisas que se sucedem com tamanha rapidez. Nada fica bem durante muito tempo e quando tudo parece que vai se acertar o grande vilão, Lokesh, se mostra ainda pior do que se espera. O desfecho se mostra então não apenas cuprir as provas de Durga, mas ajudá-la. No fim, o destino já estava traçado e descobrir o papel de cada um é de vital importância.

    Confesso que gostei do final. O desfecho me foi agradável, ao menos em parte. Por quê? Digamos que eu esperava algo um pouco melhor para Kishan. Mas não levem como um spoiler. Eu realmente acho que no final ele teve o que lhe foi prometido. Sério, eu realmente acho que ele teve um final feliz, ou que ao menos ele esteve feliz. Mas quem não ia querer algo um pouco melhor para ele?

    No fim, perdoei as personagens que me irritaram, talvez apenas não completamente a mitológica Durga. E mesmo ficando com vontade de mais, acho que foi um excelente fim, sem irritações, mas com um sentimento de felicidade, que apesar de tudo, me faria sim, reler a saga futuramente.


    Para todos que gostam de mitologia e diferentes culturas, muita aventura e ação e estejam dispostos a se irritarem um pouco com um triangulo amoroso para tem um romance bom, recomendo imensamente a leitura. Dificilmente irão se arrepender. 


Classificação:


Gênero
Fantasia
Romance

Nenhum comentário:

Postar um comentário