Resenha: Raptada

Autora: Geovana Karolina
Editora: Tribo das Letras
Ano: 2014 
Páginas: 314

SINOPSE

    "Violet é a única herdeira da família Baker, uma garota com uma beleza extremamente chamativa, porém tímida e solitária. Tudo que ela mais quer é ter o amor e carinho da sua própria família, que sempre a usou como um troféu para a alta sociedade. Mas, após a falência do seu pai, ela descobrirá que isso está longe de acontecer.

    Para salvar a empresa da família, Violet é obrigada a casar-se com Thomas, seu único e verdadeiro amigo. Decidida a abraçar o destino, ela segue para seu casamento com o intuito de fazê-lo feliz, porém não contava que antes de chegar à igreja seu caminho cruzaria com o de Ethan Rogers. Um homem extremamente sexy, porém arrogante, que cresceu com um único objetivo: destruir a família Baker."
[SKOOB]

    Você já parou para pensar no porque adiamos tanto uma leitura e quando finalmente não temos mais escapatória, resolvemos ler o tal livro e nos deparamos com uma história incrível que faz com que você desacredite de todas as suas intuições.

    Isso foi justamente o que aconteceu comigo depois de ler essa obra. Recebi o livro da editora Tribo das Letras na Bienal do ano passado de modo a iniciar a parceria do blog com a editora, ele estava sendo lançado no evento. Como já tinha uma pilha considerável de livros para ler, ele foi deixado de lado por alguns meses (tinha outros prazos de leitura pra cumprir). Quando enfim chegou a vez de sua leitura eu peguei-o fazendo pouco caso, devido a um pré-conceito de minha parte...e agora eu digo, bem feito para mim tomei um belo tapa na cara, pois comecei a leitura e não consegui parar mais...a história me envolveu tanto que ao terminar senti um vazio, uma tristeza que veio sei lá de onde e arrebatou todos os meus outros sentimentos...eu precisava de mais, e ainda preciso!




    De início a história pode parecer um pouco cliché, uma garota rica que se vê obrigada a um casamento arranjado e sem amor, para salvar o nome e as posses da família. Pobre menina rica...mas não se engane, assim como Violet, que achava que sua vida não poderia piorar mais...ela é raptada no dia do casamento por alguém que buscava vingança, alguém que queria levar a sua família a ruína e desgraça social.

    Violet é levada para uma cabana e mantida em cativeiro em um porão sujo e úmido por diversos dias. No início ela sofre maus tratos, passa fome e quase morre devido as condições impróprias pelas quais é submetida. O tempo vai passando e as investigações sobre seu paradeiro vão diminuindo, sua família, pouco se preocupa. Seu pai só pensa no desfalque que a filha ingrata fará a fortuna da família que está escassa, cheio de dívidas e com a empresa falindo ele acredita que a filha fugiu por não querer o casamento. O único que acredita nas reais condições de Violet é seu amigo e noivo abandonado no altar, Thomas.

    A saúde de Violet fica comprometida e Ethan, o sequestrador, vendo-se encurralado envolve sua família na trama. A autora nos apresenta Andrea e Jamie, mãe e irmão mais novo do antagonista da história, e fica cada vez mais difícil não se encantar pelo carinho com que os membros da família tratam uns aos outros. Amor, afeto e compreensão, tudo o que Violet não tinha com sua verdadeira família, após presenciar como uma família que se ama deve agir e devido a um incidente trágico que abala o enredo a garota passa a sentir afeto por Ethan.
    Os laços entre as personagens vão se estreitando com o passar do tempo Violet começa e sentir-se atraída por seu raptor, o que é recíproco por parte do vilão, mas que não dá o braço a torcer sabendo do perigo que pode ocorrer colocando seus planos de vingança em risco. Apesar de negar seus sentimentos Ethan fica completamente envolvido por Violet e juntos protagonizam algumas cenas bem quentes que muito agradará as leitoras mais safadinhas.

    O desenrolar dessa história você pode conferir lendo a obra, pois não vou falar mais nada a respeito do enredo pra não perder a graça.
    Qual o real motivo para a vingança de Ethan? Confira você mesmo!



    Quanto as personagens, elas me agradaram por demais. Gostei de como a autora descreve as características, os desejos e os medos de cada uma delas. Violet, que no primeiro momento pode parecer uma garota frágil e delicada, mostra-se super segura de seus atos e passa a agir de forma adulta em relação aos problemas que surgem ao longo do caminho. Ethan certamente não decepciona nenhuma leitora, é o sinônimo da perfeição, filho e irmão dedicado que presa por sua família, um homem atraente, capaz de levar qualquer mulher a loucura, apesar de algumas de suas ações terem me desagradado, ficou cada vez mais difícil para mim não me encantar por ele...ai ai ai (leiam que vocês vão me entender).
    E Jamie...um garotinho de 5 anos super fofo que faz o leitor transbordar carinho por todos os lados, impossível não gostar desse pimpolho <3

    A diagramação é boa, apresentando páginas brancas e letras com fonte adequada para uma leitura de rápida fluidez. O livro apresenta alguns erros, mas nada desesperador que uma nova revisão não de jeito.
    Adorei a forma como os capítulos foram inseridos, com o ponto de vista de três personagens distintos: Violet, Ethan e Thomas, sendo que esse último possui menor relevância quando ao número de capítulos. Também gostei das ornamentações no início de cada capítulo e da capa, simples e envolvente.



    Como falei inicialmente, eu necessito urgentemente da continuação...e é claro que teremos uma, pois o final, apesar de não deixar pontas soltas, não terminou de modo definitivo. Ao observarmos a capa, que trás a informação logo abaixo do título "Livro 1", fica bem evidente o surgimento de uma nova trama, sendo assim...agora é só controlar a ansiedade e esperar o próximo volume.

Classificação

Gênero
  


Um comentário:

  1. Me pareceu ser uma história bem legal, gosto muito desses livros com romance entre mocinhos e vilões haha
    PS: Às vezes eu também adio algumas leituras por preconceito e quando enfim vou ler, tomo esse belo tapa na cara hahaha

    Beijos
    Colecionando Primaveras

    ResponderExcluir