TAG: Dias da Semana

    Olá pessoas, ontem fui marcada na TAG: 7 Coisas, pela Giully lá do blog Leio, Logo Imagino... (nosso parceiro), mas como já respondi essa TAG aqui no blog a algum tempo atrás (confira aqui), resolvi responder outra TAG que encontrei no blog da Giully.


    A TAG: Dias da Semana, consiste em responder as perguntas relacionadas aos dias da semana e mostrar um livro para cada uma das categorias. Ela foi originalmente criada pela Pam do canal Garota It! (Vou deixar o link do vídeo dela no final da página para que vocês possam ver também).

Então, vamos lá...

Domingo 
- Um livro que você não quer que termine ou não quis que terminasse

As Vantagens de Ser Invisível
[Stephen Chbosky]


Explicação: Vocês já devem estar cansados de ler sobre coisas a respeito deste livro aqui no blog, todo mundo sabe que eu adoro esse livro por uma infinidade de motivos. E justamente por gostar tanto, eu não queria que ele terminasse. Uma história gostosa de ser lida, com as aventuras, as crises, as descobertas, as crises, as alegrias, as crises e as crises (kkkkk) de Charlie e seus novos amigos desajustados.

Sinopse: Cartas mais íntimas que um diário, estranhamente únicas, hilárias e devastadoras - são apenas através delas que Charlie compartilha todo o seu mundinho com o leitor. Enveredando pelo universo dos primeiros encontros, dramas familiares, novos amigos, sexo, drogas e daquela música perfeita que nos faz sentir infinito, o roteirista Stephen Chbosky lança luz sobre o amadurecimento no ambiente da escola, um local por vezes opressor e sinônimo de ameaça. Uma leitura que deixa visível os problemas e crises próprios da juventude. [SKOOB]



Segunda 
- Um livro que você tem preguiça de começar.

As Crônicas de Nárnia
[C. S. Lewis ]

Explicação: Não sei bem o por quê, acho que como me decepcionei com  adaptação (é, eu não gostei do primeiro filme e nem tive o trabalho de assistir os demais) tenho um pouco de receio de ler a obra e não curtir, ainda mais porque se trata de uma obra aclamada por muitos. Não sei, isso me soa mais como uma desculpa esfarrapada...kkkkkk


Sinopse: Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas entre o bem e o mal. Este livro apresenta as sete crônicas de Nárnia integralmente, num único volume. Os livros são apresentados de acordo com a ordem de preferência do autor, cada capítulo com uma ilustração do artista Pauline Baynes. 'As crônicas de Nárnia' apresenta aventuras, personagens e fatos que falam aos leitores de todas as idades. [SKOOB]


Terça 
- Um livro que você empurrou com a barriga ou leu por obrigação. 

O Lado Bom da Vida
[Matthew Quick]

Explicação: Um livro com início chato, massante e totalmente desinteressante, estava a ponto de desistir, mas fui forte e prossegui com a leitura. Não foi de todo o ruim ao término da leitura, até gostei de algumas personagens, mas a parte inicial foi realmente chata. E a adaptação, meu Deus, o que foi aquilo...eu esperei o livro todo pra saber porque Pat tinha ido parar em uma clínica e em menos de 5 minutos de filme eles estragam tudo...ai ai ai, não dá pra entender essas coisas, que decepção.

Sinopse: Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele 'lugar ruim', Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um 'tempo separados'. Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. [SKOOB]


Quarta 
- Um livro que você deixou pela metade ou está lendo no momento.

Sombras da Noite
[Stephen King]

Explicação: Adoro King, vocês também estão cansados de saber, mas para começar a ler esse autor incrível você deve estar psicologicamente disposto e não está sendo meu caso neste período. Iniciei a leitura alguns meses atrás quando ganhei a obra de presente, mas devido alguns compromissos e outras leituras de parcerias não consegui seguir em frente com a obra, que apesar de ser composta por diversos contos, curtos até, ela possui uma linguagem densa e algumas vezes cansativa. Pretendo dar continuidade com a leitura em breve, veremos o meu psicológico super abalável...

Sinopse: As obras de Stephen King sempre foram fontes inesgotáveis dos cineastas de filmes de terror, como o canadense David Cronenberg, que levou às telas A Zona Morta em 1994, baseado na obra homônima do escritor americano. Assim também ocorreu com outras histórias do mestre do terror. “As Crianças do Milharal”, por exemplo, conto presente em Sombras da Noite, deu origem ao clássico filme de horror que marcou uma geração: Colheita Maldita, de 1984, dirigido por Fritz Kiersch.
Os cenários descritos por Stephen King são familiares e acima de qualquer suspeita — um colégio, uma fábrica, uma lanchonete rodoviária, uma lavanderia, um milharal. Mas no mundo do autor, qualquer lugar pode servir como território sobrenatural. Só é necessária uma hora propícia da noite e a distração das vítimas.
Conhecido por sua habilidade em despertar a adrenalina de modo intenso das primeiras às últimas páginas de seus livros, Stephen King maximiza sua capacidade em prender a atenção dialogando com o próprio leitor e adotando uma postura bastante provocativa, como se vê no trecho introdutório de Sombras da Noite:

“Vamos conversar, você e eu. Vamos conversar sobre o medo. A casa está vazia quando escrevo isto; uma fria chuva de fevereiro cai lá fora. É noite. Às vezes, quando o vento sopra do jeito que está soprando agora, falta luz. Mas por enquanto não está faltando, então vamos conversar muito honestamente sobre o medo. Vamos conversar muito racionalmente sobre chegar às raias da loucura... e talvez cruzar a fronteira. Meu nome é Stephen King.”

Além de “As Crianças do Milharal”, outros quatro contos de King presentes no livro foram adaptados para o cinema: “O Homem do Cortador de Grama” (O Passageiro do Futuro), “A Máquina de Passar Roupa” (Mangler: O Grito de Terror), “Último turno” (A Criatura do Cemitério) e “Às Vezes Eles Voltam” (filme homônimo). Desta forma King inicia esta viagem por vinte contos clássicos que, mais uma vez, reafirmam este americano como o mais prolífico e talentoso autor do gênero no mundo. [SKOOB]


Quinta 
- O livro de quinta. Um livro que você não recomenda. 

Crepúsculo
[Stephenie Meyer]

Explicação: Eu poderia indicar o seu sucessor 'Lua Nova', mas não prossegui, desisti no início da leitura porque a protagonista chata e irritante estava a ponto de fazer com que eu me matasse...nossa que menina depressiva e sem noção nenhuma. Mas como eu não li a obra toda, e essa pobre coitada está entre as notas mais baixas no meu SKOOB, teve que ser ela, Crepúsculo. Acho que todo garoto deveria ler e aprender com Edward como ser um completo cavalheiro, isso ninguém pode reclamar do pobe moço, ele é um verdadeiro Gentleman. Mas apesar das qualidades maravilhosas do vampirinho que vira purpurina (nossa isso foi demais, aposto que o Drácula se revirou no caixão com essa característica peculiar no nosso Edward...kkkkkk), a história é bem chatinha e cheia de mimimi (desculpem os apaixonados pela saga, mas cada um tem uma opinião, e a minha é essa!)

Sinopse: Isabella Swan, chega à nublada e chuvosa cidadezinha de Forks – último lugar onde gostaria de viver. Ela tenta se adaptar à vida provinciana na qual, aparentemente, todos se conhecem, lidar com sua constrangedora falta de coordenação motora e se habituar a morar com um pai com quem nunca conviveu. Em seu destino está Edward Cullen. Ele é lindo, perfeito, misterioso e, à primeira vista, hostil à presença de Bella, o que provoca nela uma inquietação desconcertante. Ela se apaixona. Ele, no melhor estilo 'amor proibido', alerta: sou um risco para você. Ela é uma garota incomum. Ele é um vampiro. Ela precisa aprender a controlar seu corpo quando ele a toca. Ele, a controlar sua sede pelo sangue dela. Em meio a descobertas e sobressaltos, Edward, é sim, perigoso: um perigo que qualquer mulher escolheria correr. [SKOOB]


Sexta 
- Um livro que você quer que chegue logo (lançamento ou compra)

Sexta-Feira 13 - Arquivos de Crystal Lake
[David Grove]

Explicação: Ahhhhhhhhhhhh, como assim? Sexta, tinha que ser sexta! Eu simplesmente adoro filmes de terror desde a minha infância (nossa que criança macabra você deve ter sido...uahahahahahhhhh). E como todo ser que se diz fã de terror, é claro que é fã dos clássicos. Freddy Krueger, Jason Voorhees, Michael Myers, Chucky, entre outros vilões do terror estão presentes na minha linda lista de "vilões de terror que amamos". Sendo assim, é mais que evidente que eu estou super ansiosa por essa obra, só não comprei ainda, pois o preço está salgadinho pro meu bolso. As edições capa dura da Dark Side são lindíssimas e custam mais que o dobro do preço da edição com capa simples, mas eu disse, são lindas de morrer e colecionador que é colecionador quer colecionar o melhor.

Sinopse: Você conhece o homem atrás da máscara de hóquei. Há 35 anos, Jason Voorhees é sinônimo de terror. A lenda do assassino foi recontada inúmeras vezes em cinemas poeira, aparelhos de VHS ou em reprises nas madrugadas da TV. Ícone supremo dos slasher films (vá dizer isso pessoalmente para Leatherface, Freddy Kruegger ou Chucky!), Jason tem um currículo imbatível no número de vítimas: 146, desde a última contagem do portal Rotten Tomatoes. Aposto que você sabe tudo sobre ele. Será? Em Sexta-Feira 13 [Arquivos de Crystal Lake] você vai entender todos os processos de criação, produção e filmagem do primeiro filme, o eterno Sexta-Feira 13, de 1980. Fotos inéditas e centenas de depoimentos dos atores, membros da equipe e de fãs que também se destacaram no mundo do terror. A cada parágrafo, você vai se sentir andando pelos bastidores das filmagens. Leia o que o astro Kevin Bacon, o diretor Sean S. Cunningham, a donzela Adrienne King, mamãe Betsy Palmer e os rivais Wes Craven e Robert Englund têm a dizer sobre esse clássico. Jason permaneceu calado. David Grove tomou coragem para revirar os corpos empalados a machete, entre outros objetos perfurantes, e encontrou pérolas que os verdadeiros fãs não podem perder por nada. O prefácio é assinado pelo mestre Tom Savini, responsável pela maquiagem e os efeitos especiais de qualquer bom filme sanguinolento que se preze. Incluindo, claro, Sexta-Feira 13. Leia Sexta-Feira 13 [Arquivos de Cristal Lake] e tente não ficar na cabeça com o famoso efeito sonoro que prenuncia a chegada do assassino. Ei, o que é isso atrás de você? [SKOOB]


Sábado 
- Um livro que você quis começar novamente assim que ele terminou.

O Doador de Memórias
[Lois Lowry]

Explicação: Assisti a adaptação e fiquei encantada, tinha que ler o livro...li e não me decepcionei, linda história...as muitas descobertas de Jonas e suas escolhas em como deveria agir diante das situações mais absurdas impostas por uma sociedade ignorante de conhecimento e emoções. Uma lição de vida disfarçada em distopia, e quando digo distopia não me refiro as "modinhas" de sucesso que estão surgindo atualmente (que eu também gosto...kkkk), mas uma história originalmente criada em 1993, que serviu de inspiração à muitas dessas "modinhas".

Sinopse: Em O doador de memórias, a premiada autora Lois Lowry constrói um mundo aparentemente ideal onde não existem dor, desigualdade, guerra nem qualquer tipo de conflito. Por outro lado, também não há amor, desejo ou alegria genuína. Os habitantes de uma pequena comunidade, satisfeitos com a vida ordenada, pacata e estável que levam, conhecem apenas o presente o passado e todas as lembranças do antigo mundo lhes foram apagados da mente. Um único indivíduo é encarregado de ser o guardião dessas memórias, com o objetivo de proteger o povo do sofrimento e, ao mesmo tempo, ter a sabedoria necessária para orientar os dirigentes da sociedade em momentos difíceis. Aos 12 anos, idade em que toda criança é designada à profissão que irá seguir, Jonas recebe a honra de se tornar o próximo guardião. Ele é avisado de que precisará passar por um treinamento difícil, que exigirá coragem, disciplina e muita força, mas não faz ideia de que seu mundo nunca mais será o mesmo. Orientado pelo velho Doador, Jonas descobre pouco a pouco o universo extraordinário que lhe fora roubado. Como uma névoa que vai se dissipando, a terrível realidade por trás daquela utopia começa a se revelar. [SKOOB]


Vídeo TAG Original - Garota It! 


Bom, isso é tudo pessoal, espero que tenham gostado!
    Deixem suas escolhas aqui nos comentários, e beijokas da...

6 comentários:

  1. Como assim vc achou O Lado Bom da Vida legalzinho? Eu amo esse livro, mas sei que a adaptação não é flor que se cheire, rsrsrs.
    Gostei do post, também deu para pegar várias indicações.
    Abraços!
    Só Mais Uma Página

    ResponderExcluir
  2. Os livros d'"As Crônicas de Nárnia" são muito melhores que os filmes - que nem explicam a origem do guarda-roupa que está na casa do Avố das crianças! Vale a pena tentar vencer a preguiça e ir ler, creio que sua visão sobre a obra vai mudar pra melhor.

    http://conchegodasletras.blogspot.com.br/2015/04/jogos-vorazes-sucesso-alem-do-infanto.html

    ResponderExcluir
  3. Sempre tive muita vontade de ler As Vantagens de ser Invisível, imagino que deva ser um livro muito legal.
    Hehe, Crepúsculo eu tenho e nuuuunca quis ler, rsrs.

    Adoro esta TAG.

    Beijão, Vanessa Meiser
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Quel,

    Adorei que respondeu a Tag.
    Como assim tem preguiça de ler Nárnia? Sou tão apaixonada pelas crônicas e pela primeira adaptação que fico até sem reação quando me dizem que não gostam. :(
    Mas gosto é gosto não é mesmo?
    Dê uma chance ao livro, eu assisti primeiro as adaptações e me encantei, no seu caso talvez seja melhor ler os livros antes de tentar assistir de novo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. melhor livro, que eu já li foi o "As Vantagens de Ser Invisível"

    Victor N. Souza| Criador do blog Victor Reads
    http://victor-reads.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Quel!

    Amo/adoro "As Vantagens de Ser Invisível" <3
    Adorei a tag \o/ e os livros citados hahah


    Beijos,
    Tia War
    http://voceetaolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir