Resenha: Ella Enfeitiçada

Autor: Gail Garson Levine
Editora: Rocco
Ano: 1998
Páginas: 236
Tradutor: Adriana Figueiredo


  No clima dos filmes remasterizados da Disney, dos clássicos das princesas eu decidi ler um livro baseado em um desses clássicos. Porém não se enganem, o livro não é novo.

  Ella Enfeitiçada é o primeiro livro de contos de fadas de Gail Garson, publicado em 1998. Muito difícil de encontrar a sua venda aqui no Brasil justamente por ser meio "antigo". Mas para todos que gostam de contos de fadas e humor, eu recomendo este livro.


  É como se fosse um outra versão de Cinderela, onde a magia não fica escondida e os seres mais exóticos do sobrenatural se misturam. Isso foi algo que de fato me conquistou enquanto lia o livro. Não ficou apenas em príncipes e princesas, em fadas madrinhas e tudo dando certo. Há altos e baixos durante toda a narrativa. 

  Há elfos, ogros, centauros, fadas, príncipes fora do comum, meias-irmãs malfadas e madrasta aproveitadora. E Ella, a menina que ganhou o dom da obediência ao nascer e por isso não consegue não o fazer. Seja a ordem uma coisa boa ou ruim, Ella tem de fazer. Após sua mãe morrer, seu pai entra em falência e para se recuperar disso, casa-se novamente com madame Olga, viúva com duas filhas que, sem querer descobrem o feitiço que atormenta Ella. 

  Enquanto sua vida com as irmãs e a madrasta é apenas de criada, ela se corresponde com o amável Príncipe Charmont, e através das cartas se apaixona por ele. Mas e o feitiço? Isso é algo que nenhuma fada, nem mesmo sua fada madrinha pode quebrar e é também, algo que colocaria Char e o reino em perigo.

  Não é um simples conto de fadas com amor e tristezas. Ella vive aventuras. Você se vê rindo com ela e percebe que durante a leitura se transporta a sua juventude. Uma estória cativante e apaixonante.

  Apesar deste livro ter dado origem ao filme "Uma Garota Encantada", estrelado por Anne Hathaway, são bem diferentes um do outro em vários pontos, embora ambos sejam bons e divertidos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário